Plantas artificiais – benefícios, limpeza e porque são o toque que faltava à sua casa

Há alguns anos, ter plantas artificiais no jardim ou dentro de casa era associado a algo mau. Já ter plantas e flores verdadeiras faziam parte da norma.

Tal acontecia porque, como o nome indicia, essas plantas artificiais eram mal conseguidas e faziam notar logo à primeira vista que eram falsas.

Hoje, felizmente, não é esse o caso. E as plantas artificiais passaram a fazer parte das vidas de muitas pessoas, seja no jardim, na entrada da casa, ou mesmo dentro de casa.

Ao longo deste artigo vamos explorar as vantagens de optar por plantas artificiais e quais os cuidados a ter com as mesmas

 

Mas o que são, afinal, plantas artificiais?

Este tipo de plantas são imitações da sua espécie real cujo objectivo passa por dar cor e alegria à sua casa com pouco (ou nenhum) trabalho.

Antigamente, eram maioritariamente usadas para decoração de aquários, por exemplo.

Hoje são um acessório comum para dar vida e cor a muitas casas pelo mundo fora.

Na sua maioria, são usadas para decoração de jardins exteriores e podem ter todo o tipo de feitios e imitações: orquídeas, hortências, bambu, ou podem mesmo substituir a relva.

Há opções e preços para todos os gostos.

Benefícios das plantas artificiais

  1. Pouca manutenção

Plantas e flores verdadeiras são lindas para ter no jardim ou em casa. Dão outro ânimo e outra cor!

Mas a sua manutenção e cuidado pode ser morosa e custosa. E há ainda alguns casos em que são precisas muitas tentativas para que a semente finalmente se acomode à terra e ao ambiente providenciado.

Já ao optar pelas artificiais, o trabalho é quase diminuto.

Para além de não ser necessário regar estas plantas, pode escolher onde as colocar sem se preocupar com o facto de o ambiente ser propício ou não.

Isto é, não precisa de procurar o local com melhor exposição solar, melhor solo ou temperatura.

Apenas se recomenda que vá virando a planta caso esta esteja num vaso, a um canto, e directamente ao sol de forma a que consiga manter a consistência de cor. E, claro, que a limpe da forma correcta quando necessário.

  1. Durabilidade

É entusiasmante ver uma flor crescer. Mas também pode tornar-se aborrecido, caso murche rapidamente e tenha de recomeçar o processo.

Plantas artificiais têm uma durabilidade excelente que se traduz num custo-benefício apelativo.

Uma vez que pode durar anos, pode valer a pena investir um pouco mais neste tipo de plantas caso o que pretenda seja um ambiente agradável, mas com pouco esforço.

Também o facto de não atraírem naturalmente bichos ajuda à durabilidade e à manutenção da limpeza da sua própria casa.

  1. Mobilidade

Quantas vezes não olhou já para o seu jardim e pensou mudar algumas plantas ou flores de lugar?

Com plantas artificiais, mudar de sítio é tão simples como mudar uma cadeira de lugar.

Porque não tem raízes nem necessidade de luz, pode literalmente colocá-la onde quiser em menos de 1 minuto.

A mobilidade flexível permite-lhe alterar a configuração da casa ou do jardim sempre que assim o entender, seja para festas, jantares ou simplesmente porque achou melhor.

  1. Sem alergias

A chegada da Primavera traz o sol, dias mais longos e… alergias!

Milhões de pessoas sofrem diariamente com alergias e outros problemas mais graves que dela podem ser derivados. Num artigo da Sábado, Antero Palma Carlos, professor jubilado de Medicina Interna e especialista em Imunoalergologia, afirma que o número de alergias aumenta de dia para dia, muito provavelmente como consequência do meio em que nos inserimos.

Portanto, se você ou alguma das pessoas com quem partilha casa sofre de alergias, ter plantas artificiais será a resposta.

Por não produzirem pólen, este tipo de plantas reduz significativamente o impacto que cria nas pessoas que frequentam o espaço em que se encontram.

Se as suas alergias forem derivadas do pó, apenas é recomendado que limpe as plantas com mais frequência.

  1. Melhoram a qualidade de vida

A paz e tranquilidade que as plantas e flores conferem a um espaço é algo que já todos presenciamos.

Basta pensar (ou relembrar) nos jardins botânicos. A variedade de cores, formas e a própria configuração dos espaços trazem o zen à vida e aura de quem os frequenta.

Artificiais ou verdadeiras, plantas e flores dão vida e personalidade a uma casa ou um jardim. Que, por consequência, tornam o local mais agradável e confortável para si.

Não deve deixar de ter estes elementos em casa só porque dão trabalho! Como vimos acima, não é preciso gastar muito tempo a tratar do jardim ou das plantas e não quiser. Se é algo de que não gosta, compre plantas artificiais e usufrua dos mesmos benefícios.

Plantas Artificiais

Como fazer a limpeza de plantas artificiais

Este tipo de plantas é de baixa manutenção, mas não significa que as deva deixar a ganhar pó.

Há formas simples e muito rápidas para fazer a limpeza das suas plantas artificiais. E vamos dar-lhe dicas de limpeza para os 2 tipos de plantas artificiais mais comuns: plantas de plástico, plantas de seda.

  • Plantas de plástico

Vai precisar de: água fria, pano de microfibras, espanador.

1º passo: limpar as plantas com o espanador para retirar a maioria do pó;

2º passo: humedecer o pano microfibras na água e limpar as partes que não sejam tão facilmente acessíveis com o espanador. Alternativamente, pode molhar as folhas na água e enxugar posteriormente.

  • Plantas de seda

Vai precisar de: espanador, frasco/garrada de spray, água fria e álcool isopropílico.

1º passo: limpar as plantas com o espanador para retirar a maioria do pó;

2º passo: encha o frasco/garrafa de spray com a água e o álcool (50/50 ou 60/40) e aplique na planta;

3º passo: utilize um secador (ou outro electrodoméstico similar) em modo “frio” para ajudar a secar mais rapidamente.

 

Já começou a mobilar o seu jardim?

Mobilar o seu jardim é tão importante como mobilar a casa. Se tem filhos, será dos lugares de que mais gostarão de certeza! Por isso, se ainda não pensou no assunto, está na altura de começar a pensar em mobilar o seu jardim.

Como demos a conhecer neste artigo, plantas artificiais são uma ótima forma de começar. Não dão trabalho, e caso não goste de as ter no exterior, pode sempre mudá-las de lugar.

Depois, à medida que vai comprando outros materiais, vai começando também a pensar melhor na organização do seu espaço exterior.

Artigos relacionados