Quem de nós sonha com o jardim perfeito? Seja de dia ou de noite, termos um espaço exterior tanto acolhedor como luminoso, que represente os nossos gostos é um desejo de todos nós. E a iluminação exterior é um dos grandes elementos para fazer com que isso aconteça.

Neste artigo revelamos algumas das ideias que pode utilizar e procurar inspiração para trazer mais luz às suas noites.

Vamos lá!

Iluminação Exterior: 5 ideias para iluminar o seu jardim

O projeto de iluminação que instalar no seu jardim faz toda a diferença.

Dependendo do seu espaço, os utensílios e design que escolher devem ser tanto práticos e funcionais como bonitos e adequados, iluminando o máximo de espaço para criar a impressão que mesmo de noite tem luz suficiente para conversar com amigos e familiares no terraço ou aproveitar um momento a sós na companhia de um livro.

Para certificar que faz a escolha certa, decidimos dar-lhe uma pequena ajuda e revelar algumas dicas importantes que listamos em baixo.

Dicas de Iluminação Exterior

Para simplificar ainda mais as coisas vamos ordenar estes conselhos em 6 passos diferentes.

Em primeiro lugar, e antes de qualquer planeamento, dê tempo para analisar o seu jardim. Passeie durante a noite pelo seu terraço e observe as necessidades de iluminação exterior que ele necessita.

Perceba, por exemplo, se os seus caminhos precisam de ser iluminados ou quais as plantas ou partes do jardim que quer destacar.

Desta forma, faz um esboço mental dos utensílios que vai precisar no futuro, ou pelo menos do que realmente quer para o seu jardim antes de olhar para artigos ou os seus preços.

O segundo passo é escolher qual o estilo que quer no seu jardim ou que já possa ter. Prefere decoração moderna ou rústica? Tudo isso vai impactar a sua decisão, pois lembre-se que o mobiliário deve fundir-se com o estilo das plantas, ao tipo de solo, e claro, à iluminação que vai utilizar.

Jardim-com-Iluminação-Exterior-O-Meu-Jardim

Até o tipo de lâmpadas que utiliza fazem a diferença. As luzes mais quentes como o amarelo dão destaque a projetos mais clássicos e vintage enquanto que o uso de luzes com vários cores ou brancas fortes destacam projetos mais modernos e decorações inspiradas em figuras geométricas.

Mas, antes demais, imagine se as luzes são mais diretas ou indiretas e por onde gostaria de ver a iluminação, de baixo ou de cima, talvez embutida em alguma peça de decoração que já possa ter ou até em árvores ou arbustos do seu jardim.

Em terceiro lugar, e voltando novamente às lâmpadas de cor, chegou a hora de decidir a cor. A luz amarela faz do seu espaço mais acolhedor, enquanto as luzes brancas têm a característica de conseguir destacar mais certos aspetos do mobiliário e design da sua casa.

Se a sua intenção for clarear o local então luz branca é a escolha mais acertada.

As luzes coloridas devem ser utilizadas para destacar sítios específicos, como por exemplo uma estátua ou um ponto estratégico do seu jardim. Elas realçam ainda mais a beleza natural dos seus itens, mas tenha cuidado para não abusar destas luzes pois rapidamente pode tornar-se uma confusão visual e perder o encanto.

Em quarto lugar são o tipo de lâmpada a utilizar. A iluminação exterior mais recomendada para jardim são as lâmpadas de tipo LED, visto que são duráveis, gastam pouca energia, não aquecem as suas plantas e facilmente encontra diferentes tonalidades de cor à sua escolha.

Mas tem também a possibilidade de utilizar lâmpadas incandescentes, fluorescentes ou, por exemplo, halogênicas. No entanto, as duas primeiras, têm a desvantagem de ter um alto gasto energético enquanto a última sobre aquece a vegetação podendo danificar as suas flores.

Se gostaria de utilizar algo sustentável ou ecológico não procure mais porque lâmpadas de energia solar é a melhor opção.

Estas fontes de luz são carregadas durante o dia com a luz solar e quando chega a noite acendem-se sozinhas. Para além de não pesar na sua carteira ao que toma a gastos, a iluminação não exige mão de obra, para quem não quer instalar a iluminação sozinho e a manutenção é bastante simples.

Em quinta lugar, e depois de já ter tudo pensado, chegou a altura de tomar a decisão final e selecionar os locais para iluminar. Lembre-se dos passos acima e não tenha medo de arriscar. O seu lar deve ter a sua presença e as suas ideias destacadas, por isso siga o seu instinto.

Comece a procurar diferentes tipos de candeeiros e postes de luz, assim como faixas de luzes e vá apontando os que mais gosta, obviamente com uma atenção especial para o preço e os gastos de eletricidade.

Se não quiser ou não tiver tempo para fazer a instalação, contrate um técnico particular ou uma empresa especializada em iluminação de jardim. Assim, para além da nova vida que vai dar ao seu espaço, assegura que todos os itens foram colocados com segurança.

Agora que já conhece mais um pouco sobre o seu jardim e sobre a importância da iluminação exterior, visite a nossa loja e venha ver tudo o que temos ao seu dispor.

Até já!

Voltar à lista