A Primavera chegou, é hora de dar atenção ao espaço exterior da sua casa. Seja uma varanda, um pátio, um jardim ou qualquer outra área, é importante valorizá-la para aproveitá-la ao máximo.

Muitas vezes, achamos que é preciso gastar muito dinheiro para obter um espaço bonito, mas com um pouco de criatividade e planeamento, é possível renovar o seu espaço exterior sem grandes investimentos.

Se não sabe por onde começar, não se preocupe! Neste artigo, vamos apresentar 6 ideias para transformar o seu espaço exterior num ambiente agradável e acolhedor.

A Primavera renasce consigo!

6 ideias para renovar o Jardim
Conteúdos mostrar

Tipos de Jardins

Jardim Japonês

O Jardim Japonês é um estilo que remete para a tradição e espiritualidade, com foco num ambiente natural e propício para a meditação. No Japão, a jardinagem é considerada uma forma de arte, capaz de harmonizar a natureza em espaços limitados.

Três elementos essenciais neste tipo de jardim são: pedras (em número ímpar), bambus e água, que são dispostos de forma simples e estudada.

Além disso, é comum acrescentar pequenas pontes, árvores perenes, bonsais, lanternas de pedra, arbustos e flores, como a azaleia, a cerejeira do Japão, a camélia e a íris.

Esse estilo de jardim proporciona um ambiente acolhedor e relaxante, com uma estética que combina beleza e espiritualidade.

Jardim Tropical

O estilo de Jardim Tropical é baseado na criação do paisagista brasileiro Roberto Burle Marx e utiliza plantas nativas das florestas tropicais e subtropicais.

O objetivo é criar uma paisagem informal que se assemelha a um ambiente natural, sem a aparência de interferência humana.

Para criar um Jardim Tropical, é possível utilizar plantas com cores vivas e texturas diversas, como palmeiras, bromélias, helicónias, orquídeas e samambaias.

Jardim Francês

É importante ter relva para promover integração e harmonia entre as espécies. Assim como no Jardim Japonês, também se utilizam pedras e lagos, estes com plantas aquáticas, como a vitória-régia.

O estilo de jardim francês é conhecido pela sua rigidez e pela exaltação das construções e elementos decorativos. A simetria e geometria são características marcantes, assim como a presença de caminhos bem definidos, arbustos podados, estátuas, vasos e fontes.

O solo pode ser coberto por gramíneas, formando um tapete verde impecável. Uma das técnicas mais utilizadas nesse estilo é a topiária, arte que permite esculpir a planta em formas geométricas ou figuras.

Embora o Jardim do Palácio de Versalhes, em França, seja um exemplo icónico do estilo, as suas características podem ser aplicadas em jardins pequenos.

Jardim Vertical

O jardim vertical é uma excelente opção para quem tem pouco espaço, mas não abre mão da beleza e da sensação acolhedora de ter um pedaço da natureza por perto.

São práticos e não requerem muito espaço no solo, podendo também contar com um sistema de irrigação simples e próprio.

É possível cultivar diversas espécies de pequeno porte, como bonsais, ou até mesmo usá-lo como uma horta, proporcionando além da beleza, aromas e sabores.

Nele, as plantas ficam suspensas em vasos ou estruturas pré-fabricadas, muitas vezes criando a impressão de que nasceram ali mesmo.

6 ideias para renovar o Jardim 1

6 ideias para renovar o seu Jardim

1. Iluminação

Uma iluminação bem pensada pode transformar completamente o ambiente exterior da sua casa, seja para criar um clima acolhedor e agradável ou para refeições noturnas.

Existem muitas opções para iluminação exterior, desde luzes embutidas no chão ou numa parede, até postes de luz, lanternas e cordões de luz.

Ao escolher a iluminação para o seu espaço exterior, é importante considerar a funcionalidade, segurança e estética, para que o resultado final seja uma combinação harmoniosa entre esses aspectos.

2. Pedras

As pedras são uma ótima opção para a decoração de jardins, pois além de económicas, podem criar um ambiente agradável.

As possibilidades de uso desse material são diversas e podem ser adaptadas ao estilo decorativo escolhido para o ambiente.

Se o seu jardim tiver um caminho que leva aos fundos da sua propriedade, é interessante decorá-lo com pedras que possuam diferentes cores ou mesmo uma única tonalidade.

3. Fontes

Muitas pessoas pensam que as fontes são apenas para espaços grandes, mas isso não é verdade.

A decoração de um jardim pequeno também pode incluir esse elemento decorativo, desde que a fonte escolhida tenha um tamanho adequado e esteja posicionada corretamente.

Antes de comprar a sua fonte, meça o espaço disponível e leve as medidas na hora da compra. Assim, será mais fácil escolher uma peça que se adapte ao ambiente.

Lembre-se de que os objetos decorativos não devem atrapalhar a circulação de pessoas no jardim, especialmente se ele for pequeno.

4. Plantas Suspensas

Para quem tem um jardim com espaço limitado, as plantas suspensas são uma excelente opção de decoração. Algumas espécies comuns incluem a hera, samambaia, jade azul, cordão de pérolas, entre outras.

Além disso, pode escolher colocá-las em vasos e pendurá-los num local que não atrapalhe a circulação de pessoas e não prejudique a planta.

Dessa forma, pode aproveitar ao máximo seu espaço sem comprometer a beleza e saúde das plantas.

5. Vasos

Uma opção interessante para decorar jardins é cultivar plantas em vasos. Oferecendo mais flexibilidade para alterar a disposição das plantas e renovar a decoração sempre que quiser.

Além disso, é possível cultivar ervas e temperos em vasos menores, o que se está a tornar uma tendência popular.

Dessa forma, além de contribuir para a estética do ambiente, terá ingredientes frescos e saudáveis para as suas refeições.

6. Mobiliário de Jardim

Por fim, uma forma de renovar o seu jardim é investir em novos móveis e decorações.

Cadeiras, mesas, espreguiçadeiras e bancos podem proporcionar mais conforto e funcionalidade ao seu espaço.

Além disso, pontos de luz, esculturas e outras peças decorativas podem dar um toque personalizado e sofisticado ao seu jardim.

Renovar o seu jardim pode ser uma tarefa prazerosa e gratificante. Mesmo o espaço sem pequeno, há soluções.

Com as ideias apresentadas, é possível transformar o seu espaço em um ambiente agradável e funcional.

Lembre-se de escolher as opções que mais se adequam às suas necessidades, espaço e orçamento, e conte com a ajuda de profissionais especializados, se necessário.

Com as dicas d`O Meu Jardim, pode transformar o seu jardim num verdadeiro refúgio de beleza e tranquilidade.

Quais são as melhores plantas para um jardim com pouca exposição ao sol?

Algumas plantas que se adaptam bem a áreas com pouca exposição ao sol são: samambaias, lírios-da-paz, filodendros, antúrios, espada-de-são-jorge, aspargos, entre outras. É importante escolher plantas que sejam adequadas para as condições de luz do seu jardim.

Como posso economizar água ao renovar o meu jardim?

Uma forma de economizar água é escolhendo plantas que sejam nativas da região e, portanto, mais resistentes à falta de água. Também é possível utilizar sistemas de irrigação por gotejamento, que são mais eficientes e econômicos em termos de água.

Que tipos de móveis e acessórios devo usar para criar um espaço de convívio no meu jardim?

Para criar um espaço de convívio no jardim, é importante escolher móveis e acessórios que sejam confortáveis e resistentes às condições externas. Mesas, cadeiras e bancos de madeira, rattan ou ferro forjado são boas opções. Almofadas, tapetes e cortinas também podem ser usados para criar um ambiente mais aconchegante.

Quais são as melhores técnicas de paisagismo para tornar um jardim pequeno mais interessante?

Algumas técnicas de paisagismo para tornar um jardim pequeno mais interessante são: utilizar plantas com diferentes alturas e texturas para criar profundidade; criar caminhos e recantos para explorar todo o espaço disponível; utilizar pedras, seixos e outros elementos decorativos para criar contraste e interesse visual.

Como faço para manter um jardim bem cuidado durante o inverno?

Durante o inverno, é importante proteger as plantas sensíveis ao frio com mantas térmicas e substratos que ajudem a reter o calor. É importante também monitorar a quantidade de água que as plantas estão recebendo, já que o clima frio e seco pode desidratá-las rapidamente. Além disso, é importante fazer a manutenção do jardim, como poda e adubação, para que as plantas possam se recuperar durante a primavera.

Artigos relacionados